Pesquisar
Close this search box.

Entenda a importância do retardante de chama para prevenir a propagação de um incêndio

Descubra qual é a função de um termoplástico com aditivo retardante de chama, quais são suas vantagens e como esse produto atua durante um incêndio.

Nas últimas décadas, o número de materiais inflamáveis nas indústrias e residências aumentou consideravelmente. Prova disso é um estudo do National Institute of Standards and Technology dos Estados Unidos (NIST), que mostra que enquanto na década de 70, as pessoas tinham cerca de 17 minutos para escapar de um incêndio em casa, hoje em dia esse tempo caiu para 3 minutos.

Com dados tão alarmantes, como é possível que empresas que lidam diariamente com materiais inflamáveis possam oferecer maior segurança para seus colaboradores em situações que envolvem fogo? A resposta está no uso de termoplásticos com retardante de chamas.

O que significa o termo “retardante de chama”?

Algumas pessoas vêem o termo “retardante de chama” como uma classe de produtos químicos. Mas, na verdade, ele diz respeito a uma função. De maneira resumida, os retardantes de chama são substâncias químicas utilizadas com o objetivo de:

  • Retardar ignição;
  • Reduzir a velocidade de queima;
  • Diminuir a emissão de fumaça dos materiais onde são adicionados.

Isso significa que a grande função do retardante de chamas, como o nome sugere, é tornar a propagação do fogo mais lenta. Dessa forma, um incêndio pode ser controlado com maior facilidade. Consequentemente, a segurança dos ambientes aumenta e vidas podem ser salvas.

De que forma esse aditivo atua durante um incêndio?

Existem mais de 200 tipos de retardantes de chama, sendo que os elementos químicos mais utilizados na composição deles, são:

  • Bromo;
  • Cloro;
  • Fósforo;
  • Nitrogênio;
  • Hidróxidos metálicos.

Esses componentes são adicionados aos termoplásticos justamente para diminuir a inflamabilidade que é intrínseca dos polímeros, aumentando a resistência à combustão desses materiais. Imagine produtos que ficam em cima de itens inflamáveis, como telhados e forros. Eles recebem esse aditivo para que, em caso de incêndio, ele evite o gotejamento das chamas. Esse gotejamento levaria à propagação do fogo, afetando toda a estrutura abaixo da proteção.

Ou seja, o retardante de chamas atua basicamente de três formas:

  1. Interrompe o estágio de combustão no ciclo do incêndio. Com isso, ele evita ou atrasa o alastramento do fogo pelo local, o que facilita a fuga;
  1. Limita o processo de decomposição dos materiais, já que isola as fontes de combustível com uma camada carbonizada, que é resistente ao fogo;
  1. Dilui os gases inflamáveis e as concentrações de oxigênio no local de formação da chama.

Vantagens

Você sabia que o uso de retardantes de chamas aumenta o tempo de escape, em caso de incêndio? De 3 minutos[PV1] , o tempo sobe para 10 minutos, permitindo a evacuação do local com maior segurança. Essa, com certeza, é a grande vantagem deste aditivo. Mas, ele também:

  • Reduz a fumaça no local;
  • Aumenta a segurança de projetos industriais e de construção civil;
  • Reduz as chances de grandes incêndios;
  • Reduz eventuais prejuízos de empresas e indústrias, causados por incêndios;
  • Aumenta as chances de evacuações completas, sem que haja pessoas feridas.

Esses materiais precisam de certificação?

A resposta é “sim”. Produtos inflamáveis, como baterias de carros, tanques de galvanoplastia, linhas de tintas, entre outros, oferecem perigos em caso de incêndio, se não tiverem a proteção do retardante de chamas. Por essa razão, é necessário que esses itens cumpram as legislações e as certificações de seus determinados segmentos.

Mas como funciona essa certificação? As certificações garantem que determinado produto foi fabricado conforme os laudos e costumam ter siglas que ajudam a verificar as propriedades do item. O Lamifire, chapa de PP da Lamiex com retardante à chama, é um exemplo. Ele conta com a certificação UL94 HB para queima horizontal e V2 para queima vertical. Essa nomenclatura, significa:

  • UL: “Underwriters Laboratories”, é uma organização norte-americana que realiza a certificação de produtos e atesta sua segurança;
  • UL94: norma que verifica a tendência do material de extinguir ou propagar chamas;
  • Classificação HB – No ensaio de combustão horizontal o material se queima lentamente. A Taxa de combustão não deve exceder 3 polegadas (7,62 cm) por minuto,  para materiais com parede de até 3 mm de espessura de parede essa taxa não deve exceder 1,5 polegadas (3,81 cm) por minuto. Qualquer material exceder estes limites não é registrado pela UL94.
  • Classificação V2 – Neste teste de combustão vertical, o material deve se auto extinguir após uma média de 25 segundos, não podendo ultrapassar 30 segundos, após a aplicação do queimador. E permitida a ignição do algodão cirúrgico proveniente do gotejamento do material. O material não deve estar incandescente após 60 segundos da remoção do aplicador.

O que é Lamifire?

Como dissemos acima, o Lamifire é um laminado de polipropileno (PP) com aditivo retardante a chamas. Esse produto exclusivo foi desenvolvido para atender às exigências de fabricação em tanques de galvanoplastia e outros itens que precisam de proteção contra incêndio. Com certificação UL94 V-2, o Lamifire também tem classificação HB para flamabilidade horizontal. Isso significa que é um produto com queima horizontal lenta, sendo considerado autoextinguível.

Dentre as principais características do Lamifire, estão:

  • Baixa densidade;
  • Boa rigidez;
  • Fácil moldagem e usinagem;
  • Isolante elétrico;
  • Isolante térmico;
  • Resistente a impactos;
  • Resistente a químicos;
  • Retardante à chama.

Por essas razões, essa chapa da Lamiex é indicada para:

  • Indústrias fabricantes de tanques de galvanoplastia;
  • Fabricantes de baterias;
  • Tanques de químicos inflamáveis;
  • Lavadores de gás;
  • Linhas de pinturas;
  • Dutos de exaustão ou ventilação;
  • Entre outros.

Agora que você já sabe qual é a importância dos produtos plásticos com retardante à chama, aproveite para acessar nossas redes e acompanhar mais conteúdos como esse. Clique aqui e acesse o blog da Lamiex.

Compartilhe esse post!
Leia mais

21/03/2024

Substituir Chapas de Alumínio por PP ou PEAD

Explore como substituir chapas de alumínio por PP ou PEAD pode beneficiar sua empresa, oferecendo soluções sustentáveis, duráveis e versáteis em diversas aplicações.

07/02/2024

Substituindo o Aço Inox por Chapas de PP ou PEAD: Aplicações e Vantagens

Descubra como chapas de PP e PEAD estão substituindo o aço inoxidável nas indústrias, reduzindo custos e promovendo sustentabilidade. Explore aplicações e por que são alternativas ideais ao aço inox.

15/12/2023

Lamiex recebe homenagem da Prefeitura de Pinhais

Reconhecimento simboliza nossa jornada de inovação, compromisso com a sustentabilidade e dedicação ao desenvolvimento do nosso querido município.

15/12/2023

Time de Voleibol de Curitiba disputará campeonato internacional no Chile com patrocínio da Lamiex

O campeonato acontece em janeiro de 2024 e contará com seleções do Chile, Argentina e Brasil.

08/12/2023

Lamiex alcança marco em sustentabilidade com Certificação obtida na Mentoria ESG

Conquistamos a Certificação ESG, evidenciando o compromisso com práticas sustentáveis e responsáveis. Descubra mais sobre esse marco.

10/10/2023

Lamiex na Mercopar 2023

A Mercopar não é apenas uma feira, é um epicentro de inovação e negócios. Visite o stand da Lamiex e conheça nossos produtos.

Copyright 2023 @ Lamiex. Todos os direitos reservados.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.