Pesquisar
Close this search box.

Diferença entre PP e PE | Onde são usados?

Tire todas as suas dúvidas entre o plástico polipropileno (PP) e polietileno (PE) e descubra qual é a grande diferença entre esses termoplásticos.

Existem inúmeros polímeros plásticos disponíveis no mercado. São vários os nomes, siglas, características e indicações. Justamente por haver uma variedade tão grande, eles também geram muitas dúvidas. Mas, é fundamental que as empresas que trabalham com esses materiais saibam diferenciá-los e conheçam as especificidades de cada um deles.

É justamente para te ajudar nessa tarefa que vamos falar sobre o plástico polipropileno e polietileno. Muito presentes no nosso dia a dia, o PP e o PE são obtidos a partir da polimerização do propeno e do gás eteno. E justamente por serem polímeros sintéticos derivados do petróleo, esses dois plásticos têm propriedades um tanto semelhantes. Porém, suas diferenças também podem ser decisivas na hora de escolher qual é a melhor opção para o seu produto.

O que é PP?

Antes de falar especificamente sobre as diferenças entre o plástico polipropileno e polietileno, é importante trazer uma definição de cada um desses materiais.O polipropileno, também conhecido como PP, é um plástico derivado do propeno ou do propileno. Termoplástico, ele pode ser modificado quando submetido a temperaturas altas, sendo que seu ponto de fusão é de 171ºC.

O que é PE?

O polietileno, conhecido pela sigla PE, também é um termoplástico. Mas, seu ponto de fusão é mais baixo do que o anterior, entre 110ºC e 115ºC. Com inúmeras aplicabilidades na indústria plástica, ele é um dos materiais mais usados atualmente e pode ser encontrado em 5 variações. São elas:

  • PEAD (Polietileno de alta densidade);
  • PEBD (Polietileno de baixa densidade);
  • PELBD (Polietileno linear de baixa densidade);
  • PEUAPM (Polietileno de ultra alto peso molecular);
  • PEUBD (Polietileno de ultra baixa densidade).

Quais são suas principais características?

Apesar de serem bastante semelhantes, o plástico polipropileno e polietileno tem algumas características específicas que fazem com que eles sejam mais ou menos indicados para determinadas usabilidades.

Dentre as principais características do polipropileno, estão:

  • Naturalmente transparente;
  • Equilíbrio nas propriedades térmicas, químicas e elétricas;
  • Baixa resistência a temperaturas baixas;
  • Alta versatilidade;
  • Resistência a químicos e solventes comuns;
  • Resistência a impactos, raios UV, quedas e corrosão;
  • Pode ser dissolvido por fenóis e ácido fórmico;
  • Pode ser tingido com facilidade;
  • Baixo custo;
  • Fácil modelagem;
  • Boa rigidez.

De maneira geral, o polietileno é um termoplástico econômico, versátil, flexível e de fácil processamento. Mas, quando falamos sobre suas especificidades, devemos lembrar que suas particularidades podem mudar conforme a variação do PE.

PEBD, por exemplo, é de baixa densidade. Isso significa que ele permite a aplicação de plásticos mais finos e flexíveis. Além disso, dentre suas principais características, se destacam:

  • Resistência a impactos;
  • Boa impermeabilidade;
  • Flexibilidade;
  • Capacidade de formar películas;
  • Resistência a produtos químicos;
  • Baixa densidade.

Já o PEAD conta com uma cristalidade maior do que o PEBD, garantindo sua fusão em temperaturas mais altas. Com isso, ele pode ser mais transparente do que o anterior e também mais resistente ao calor. Porém, é menos flexível. Além dessas características, podemos destacar:

  • Resistência ao impacto;
  • Resistência química;
  • Rigidez;
  • Resistência a temperaturas elevadas.

Qual é a diferença entre o plástico polipropileno e polietileno?

Como você pode perceber, o plástico polipropileno e polietileno são bastante parecidos. Mas, eles têm duas grandes diferenças: a resistência e a transparência. De maneira resumida:

O polipropileno é mais transparente e menos resistente a temperaturas abaixo de zero, podendo até mesmo se romper. Já o polietileno pode ser submetido a baixas temperaturas sem sofrer alterações, mas sua transparência não é tão boa quanto o PP.

É por essas razões, por exemplo, que o polietileno é o mais indicado para ser usado em embalagens de materiais que precisam ser congelados. Em compensação, o polipropileno é o material utilizado na fabricação de embalagens que tem como objetivo manter o produto aparente.

Onde são usados?

Como dissemos anteriormente, são as características desses termoplásticos que definem suas usabilidades. E, apesar de ambos serem extremamente versáteis, existem algumas funções que são mais indicadas para eles.

Com relação ao polipropileno, podemos destacar:

  • Embalagens de alimentos;
  • Embalagens de produtos farmacêuticos e hospitalares;
  • Sacos plásticos;
  • Plásticos filmes;
  • Revestimento de fios e cabos;
  • Brinquedos;
  • Fabricação de órteses;
  • Móveis para laboratórios;
  • Bebedouro;
  • Peças para máquinas agrícolas;
  • Mantas de isolamento;
  • Revestimento de container e caçambas;
  • Backs automotivos;
  • Tronco de gado.

Já o polietileno é muito utilizado em:

  • Frascos de produtos de limpeza;
  • Tubos de águas e esgotos;
  • Frascos de cosméticos;
  • Paletes plásticos;
  • Embalagens de produtos químicos;
  • Tampas, potes, baldes e bacias;
  • Revestimento de caçamba;
  • Revestimento de caminhão;
  • Barcos;
  • Tanques e lavadores de gases;
  • Tábuas de corte;
  • Bandejas termoformadas.

Agora que você já sabe quais são as diferenças e as principais características do plástico polipropileno e polietileno, venha conhecer os produtos da Lamiex. Especialista em chapas laminadas de PP e PE, atendemos desde o setor alimentício, até mineração, tratamento de água, automobilística e muito mais.

Não perca tempo

Confira o catálogo de produtos da Lamiex.

Compartilhe esse post!
Leia mais

22/05/2024

O Plástico não é o vilão: Polietileno na Mineração - Transformando o Setor com Sustentabilidade

A mineração é um setor crucial para a economia global, enfrentando, no entanto, crescentes críticas relacionadas ao seu impacto ambiental. As operações intensivas em recursos e as emissões de carbono da mineração destacam a necessidade de práticas mais sustentáveis.

21/05/2024

A Jornada da Lamiex: Rumo ao Selo "ESG em Foco"

Em 2023, a Lamiex empreendeu uma jornada significativa sob a mentoria ESG do SESI Paraná, um programa projetado para infundir práticas sustentáveis dentro das indústrias do estado.

02/05/2024

Maximizando Eficiência e Durabilidade: A Revolução do Lamitherm no Revestimento de Isolamento Térmico em Grandes Indústrias.

Você sabe da importância de um bom revestimento para o isolamento térmico em tubulações industriais? Conheça um pouco mais nesse blogpost.

22/04/2024

Como são fabricadas as chapas de PP e PEAD

Você já se perguntou como são fabricadas as versáteis e duráveis chapas de Polipropileno (PP) e Polietileno de Alta Densidade (PEAD)?

21/04/2024

Substituição de Chapas de PVC por PP e PEAD

Descubra como a substituição de chapas de PVC por chapas de PP ou PEAD pode beneficiar sua empresa, melhorando sustentabilidade e performance em diversas aplicações.

21/03/2024

Substituir Chapas de Alumínio por PP ou PEAD

Explore como substituir chapas de alumínio por PP ou PEAD pode beneficiar sua empresa, oferecendo soluções sustentáveis, duráveis e versáteis em diversas aplicações.

Copyright 2023 @ Lamiex. Todos os direitos reservados.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.